Com a proposta de favorecer o intercâmbio de conhecimentos e experiências visando buscar alternativas para prevenir e minimizar desastres no Tocantins, promovendo a integração de representantes dos 139 municípios e a equipe técnica responsável pelo monitoramento de intempéries e desastres naturais ou provocados pelo fogo, o Governo do Estado, por meio da Defesa Civil, em parceria com Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), realiza, a partir da próxima quinta-feira, 17, o 1º Fórum Estadual de Defesa Civil. O evento acontece a partir das 9 horas, no Palácio Araguaia até as 12 horas, e à tarde, a partir das 14 horas, na Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), e segue até a sexta-feira,18.

O fórum tem como principal objetivo favorecer o intercâmbio de conhecimentos e experiências entre os governos estadual e municipal e contribuam para o desenvolvimento de alternativas para a redução dos riscos de desastres no Estado. O evento reunirá também bombeiros e coordenadores municipais de Proteção e Defesa Civil dos 139 municípios do Tocantins.

O evento ainda tem como propósitos incluir o tema de redução de riscos de desastres e contribuir para a formação de cidadãos conscientes, além de implementar ações para a redução das vulnerabilidades socioambientais, criando meios de percepção de risco e prevenção de desastres, causados por fenômenos naturais e pela ação humana.

Programação

A programação de abertura contará com palestras do Coronel Alexandre Lucas da Polícia Militar de Minas Gerais com o tema Cidades Resilientes, uma experiência de Belo Horizonte (MG). À tarde acontecem oficinas temáticas sobre Construção dos Planos Municipais de Contingência; Aplicabilidade do ICMS Ecológico na Redução dos Índices de Queimadas; Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais – Rumo à Ação Coordenada em Escala Estadual e Técnicas de monitoramento e observação, diante dos desafios dos cenários de mudanças climáticas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.