Sem título

Conselheiros tutelares da cidade de Açailândia, estão à procura da família de um menino de seis anos que foi encontrado às margens da BR-010. Segundo os conselheiros, a criança, que foi identificada apenas como Lucivam, foi achada por populares e encaminhado policais da Força Tática até o Conselho Tutelar do município.

Os conselheiros disseram também que Lucivam afirmou que teria outros três irmãos, que se chamam Marcos, Samuel e Jorge. O garoto também sabe os nomes de seus pais. De acordo com ele, ela se chama Luciana e o seu pai foi reconhecido pelo nome de Antônio.

Como ele tem dificuldade de comunicação, os conselheiros não conseguiram muitas informações que pudessem ajudar na localização dos pais. Imagens dele já estão circulando nas redes sociais, mas até o momento nenhum parente apareceu para reconhecê-lo.

A conselheira tutelar, Lucinete Freitas, afirmou que ele teria dito que pertence a uma comunidade rural chamada Terra Livre. “Ele não faz nenhuma revelação. O que ele diz é que é do assentamento Terra Livre. Foi o que nós entendemos na expressão de voz dele. Pelas características ele aparenta ser um menino de assentamento de roça, de interior, mas isso não quer dizer que nós temos certeza. É o que aparenta pela fisionomia a qual a gente recebeu ele”, relatou.

A conselheira acrescentou ainda, que caso ninguém da família do garoto apareça para identificá-lo, o próximo passo é encaminhá-lo para uma unidade de acolhimento institucional. “A nossa pretensão não havendo nenhum parentesco, enquanto estivermos na sede do Conselho Tutelar, é encaminhar a criança para a unidade de acolhimento institucional Casa Abrigo”, finalizou.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.