Sem título

Trabalhadores da mineração seguem interditando a PA-275, entre as cidades de Curionópolis e Eldorado do Carajás, no sudeste do estado, nesta quarta-feira (16). Os cerca de 700 manifestantes que trabalham em um projeto de exploração de minério de ferro do município pedem que o Governo do Estado conceda a licença ambiental necessária para a continuidade do projeto.

A primeira licença teria vencido e a empresa responsável pode parar as atividades. Com o bloqueio, a fila de caminhões chega a 4 km nos dois sentidos da via. Nesta madrugada, caminhoneiros decidiram fechar os dois sentidos da PA, impedindo a entrada ou saída de veículos de Curionópolis. Os trabalhadores dizem que só saem da estrada após uma resolução dada pelo governo estadual.

Em nota, a Secretaria de Meio Ambiente do Pará informou que a licença de operação da empresa ainda não foi liberada porque há pendências em algumas condicionantes do projeto. A Semas disse ainda que o pedido de aumento da produção da mina Serra Leste está sendo analisado.

A Vale informou que, pela falta da licença de operação do projeto, vai conceder licença remunerada aos empregados da mina e que durante a vigência da licença remunerada, os empregados vão ter direito a uma remuneração equivalente a metade do salário-base, além dos benefícios previstos no acordo coletivo de trabalho.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.