A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Tocantins recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que julgou improcedentes as representações contra os mandatos do governador Marcelo Miranda (PMDB) e de sua vice, Cláudia Lélis (PV).

Para o Ministério Público Eleitoral (MPE), a campanha dois dois foi beneficiada com recursos não declarados. Parte do dinheiro foi apreendida em uma aeronave em setembro de 2014. (Jornal do Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.