Resize

A Polícia Civil prendeu nesta terça-feira (1º), em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Everson Rodrigues dos Santos, reconhecido por envolvimento na tentativa de assalto a um ônibus intermunicipal seguida de troca de tiros com policiais militares, na estrada que liga as cidades de Conceição do Araguaia a Redenção, no sul do Pará. O crime foi registrado no último dia 18 de agosto, por volta do meio-dia, quando o coletivo passava pela localidade de Cachamorra, zona rural de Conceição do Araguaia. A ordem de prisão foi solicitada pelo delegado Ricard Ribeiro, responsável pelo inquérito policial instaurado para apurar o crime.

No último dia 18 de agosto, o ônibus da empresa Montes Belos, que seguia de Conceição do Araguaia para Redenção, foi abordado por três homens armados. Os bandidos atravessaram galhos de árvore no meio da estrada para forçar o motorista a parar o veículo. Com armas em punho, os assaltantes se aproximaram do ônibus para anunciar o assalto. Foi quando o motorista, ao perceber o assalto, abaixou-se diante do volante, o que fez com que os bandidos passassem a atirar em direção do coletivo, a uma distância de 20 a 30 metros.

Dois policiais civis do Grupamento Tático Operacional de Conceição do Araguaia, que viajavam a serviço no ônibus, reagiram aos disparos e trocaram tiros com assaltantes. Os criminosos embrenharam-se no mato e foram perseguidos pelos policiais militares, que pediram reforços para iniciar as buscas aos bandidos, porém eles conseguiram fugir. Cerca de três dias depois, policiais militares encontraram Everson dos Santos, na região de Cachamorra. Com ele, um revólver foi apreendido.

Preso em flagrante, por porte ilegal de arma de fogo, ele foi conduzido para Redenção, onde foi autuado em flagrante pelo crime. O delegado Ricard Ribeiro intimou os policiais militares que trocaram tiros com os assaltantes para tentar fazer o reconhecimento do preso. “Os policiais fizeram o reconhecimento sem sombras de dúvidas de Everson como sendo um dos assaltantes”, destaca o delegado, que, diante disso, representou pela custódia preventiva de Everson. Após o cumprimento da prisão, o preso foi transferido ao Sistema Penitenciário em Marabá para ficar recolhido à disposição da Justiça.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.