A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) mobiliza as prefeituras de todo o Tocantins para fecharem as portas dos dias 28 de setembro a 02 de outubro, em protesto às inúmeras dificuldades que os municípios enfrentam. Apenas os serviços considerados essenciais devem ser mantidos em funcionamento durante a semana de protesto. A normalidade do expediente será restabelecida no dia 06 de outubro.

Em reunião no último dia 18, na cidade de São Bento do Tocantins, os prefeitos do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Bico do Papagaio (Ambip), confirmaram que irão aderir ao movimento estadual.

Para o presidente da ATM, prefeito de Brasilândia, João Emídio de Miranda, uma conjuntura de fatores deixa insustentável a governança dos Municípios. “Nos últimos anos o repasse do FPM, principal recurso de 125 prefeituras tocantinenses, despencou significativamente do ponto de vista administrativo. As desonerações fiscais causaram impacto de bilhões aos cofres municipais, sem contar na defasagem e insuficiência dos valores de programas federais que sugam mais recursos das prefeituras”, disse, ao lembrar ainda o aumento do salário mínimo e do piso dos professores do magistério diante da queda das receitas municipais.

Sensibilização

A ATM está mobilizando os prefeitos de todo o Estado para aderirem à paralisação geral. A associação enviará para todas as prefeituras o modelo de faixa a ser fixada nas portas das prefeituras, bem como a mensagem sonora que deverá ser veiculada em rádios locais e carros de sons. “Além de protestarmos contra o arrocho financeiro, nós prefeitos queremos sensibilizar nossas comunidades sobre a grave crise que passam as prefeituras, pois recebemos diariamente inúmeras cobranças dos munícipes”, frisou.

Coletiva de imprensa

O dia “D” da manifestação será no dia 28 de setembro, quando inicia-se a paralisação geral das prefeituras. Neste dia, a diretoria da ATM planeja conceder entrevista coletiva à imprensa para repassar os números da crise nas prefeituras tocantinenses, bem como as bandeiras que serão levantadas pelo movimento municipalista tocantinense nessa semana de protestos.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.