A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) informou nesta quinta-feira (17) que não houve nenhum acordo do órgão com os representantes da manifestação que bloqueou um trecho da PA-275, entre os municípios de Curionópolis e Parauapebas, no sudeste do estado.

Os cerca de 700 manifestantes que trabalham em um projeto de exploração de minério de ferro do município fecharam a rodovia estadual para chamar atenção do Governo do Estado e pedir que ele conceda a licença ambiental necessária para a continuidade do projeto. A primeira licença teria vencido e a empresa responsável pode parar as atividades.

De acordo com a Semas, após contato do promotor Hélio Rubens com o secretário de meio ambiente Luiz Fernandes Rocha no último dia 15, a secretaria se comprometeu em entregar o resultado da análise do processo em 15 dias e apresentar um parecer do documento.

Interdição

A via foi bloqueada na última terça-feira (15), quando os trabalhadores usaram pneus e pedaços de madeira na altura do quilômetro 30 para interditar a via. O Trecho foi liberado na noite da última quarta-feira (16),após os trabalhadores da mineração e representantes do governo chegarem a um acordo, que deve garantir a continuidade do projeto Serra Leste, voltado para a produção de minério de ferro no município de Curionópolis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.