Acabou em tumulto a sessão desta terça-feira (1°) na Câmara dos Vereadores de Altamira, no sudoeste do Pará, que seria para aprovação do projeto de lei que regulamenta o novo sistema de saneamento básico do município. A confusão começou quando manifestantes entraram na Câmara e interromperam o início da sessão.

A população queria cobrar esclarecimentos sobre o projeto de lei e a Polícia Militar foi acionada para controlar os manifestantes. Durante o tumulto, o presidente da Câmara Municipal, vereador Armando Aragão (PRTB), disse que foi agredido por outro vereador. O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil de Altamira.

Ainda nesta tarde, todos os envolvidos na confusão devem prestar depoimento. Uma nova sessão foi marcada para votar o projeto, no próximo dia 8.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.