Três homens morreram enquanto tentavam arrumar a bomba de água da cisterna de uma fazenda na região de São Felix do Xingu (PA). Entre as vítimas estavam dois homens da mesma família, que eram pai e filho. Os corpos chegaram nesta terça-feira (15) em Tocantinópolis, onde eles moravam. Segundo a Polícia Civil do Pará, os homens estavam prestando serviços na fazenda e morreram no último domingo (13), por causa de gases tóxicos que haviam dentro do poço.

Conforme a polícia, a bomba da cisterna teria parado de funcionar e Oscar Alves dos Santos, de 49 anos, desceu para tentar consertar e passou mal. Logo depois, o filho dele, Oscar Alves dos Santos Junior, de 24 anos, desceu para tentar socorrer o pai e não conseguiu voltar. Após isso, Lindomar de Sousa, de 36 anos, também entrou no poço para tentar resgatá-los. Os três homens morreram no local.

“Só depois disso eles chamaram o Corpo de Bombeiros, que veio de Redenção (PA). As vítimas só foram retiradas nessa segunda-feira (14)”, disse o delegado José Carlos Rodrigues, da Delegacia de Polícia Civil de São Felix do Xingu. Segundo ele, os corpos passaram por exames cadavéricos no hospital da cidade e foram liberados para o traslado.

“Há indícios de que havia gás metano, além da fumaça da bomba, mas ainda estamos aguardando o laudo dos Bombeiros”, explicou o delegado. Os corpos chegaram em Tocantinópolis por volta das 15h. A funerária da cidade disse que eles serão enterrados nesta terça-feira, mas não soube informar em qual cemitério. (G1)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.