O gerente de fábrica da Votorantim Cimentos de Xambioá, Rodrigo Duarte Moura, em entrevista para o Canal Futura

A equipe de reportagem do Canal Futura esteve no Bico do Papagaio, no mês de agosto, para gravar uma série de matérias sobre projetos estratégicos que contribuem para o desenvolvimento sustentável dos municípios. No ar desde 1997, o canal de televisão é um projeto social construído por parceiros da iniciativa privada e do terceiro setor, que aborda temas de interesse coletivo, como saúde, trabalho, juventude, educação, meio ambiente e cidadania. As matérias gravadas em Tocantins foram recentemente ao ar no programa Você Faz a Diferença e já podem ser conferidas também na internet, no YouTube. Entre os destaques, estão projetos de economia solidária consolidados pelo Programa ReDes, uma parceria da Votorantim Cimentos, Instituto Votorantim e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Um dos projetos abordados pelo Canal Futura é o Xambiart, da Cooperativa das Artesãs de Biojoias de Xambioá (COOABX), que conquistou, recentemente, o Prêmio BNDES de Boas Práticas de Economia Solidária. O negócio envolve a produção de biojoias e artesanato, a partir da utilização de elementos naturais da região do rio Araguaia. “Estamos nos sentindo privilegiadas com o reconhecimento que o Canal Futura está dando ao nosso esforço. Isso é muito gratificante e impulsiona nosso trabalho, pois está levando nosso nome e nossa história para todo o Brasil”, contou a presidente da COOABX, Santana de Sousa Barreto Silva.

“Eu estou contando para todo mundo que iremos aparecer na TV”, conta com animação a artesã Joana Barbosa de Aguiar, coordenadora do projeto Inclusão Socioprodutiva de Mulheres na Ecosol (Coomesol), que também foi pauta do Canal Futura. O empreendimento visa à qualificação de mulheres para a produção de artigos de artesanato, decoração, higiene e produtos alimentícios oriundos da planta de babaçu. “É empolgante saber que seremos vistas

por todo País. Dessa forma, mais pessoas terão conhecimento do que fazemos. Mais uma porta se abre para divulgarmos nosso negócio”, afirmou Joana.

Outro projeto foco das gravações foi o Renascer, que visa à estruturação da cadeia da piscicultura, com a construção de um entreposto comercial e de beneficiamento para a Colônia de Pescadores de Xambioá. “Com a ajuda do ReDes, nós tivemos condições de melhorar o negócio de pescado na região e agora ver nosso trabalho reconhecido pelo Canal Futura, que é visto em todo o lugar, é muito importante para todos os membros da comunidade. Essa visibilidade é mais uma oportunidade de fazer nosso trabalho crescer ainda mais”, disse José Albino de Oliveira, presidente da Colônia de Pescadores de Xambioá.

A equipe de TV acompanhou ainda os trabalhos do Grupo de Afinidades do Programa ReDes e gravou a realização de uma reunião com representantes dos negócios inclusivos, beneficiados pelo Programa. As gravações contemplaram ainda o Programa de Apoio à Gestão Pública (AGP), também desenvolvido pela Votorantim Cimentos em Xambioá. Recentemente, consultores do Programa detectaram que os aglomerados rurais possuíam um sistema de esgoto que contaminava a água potável. A Prefeitura Municipal contou com a ajuda do Programa para desenvolver o plano de saneamento básico e, atualmente, elabora o projeto executivo. O Apoio à Gestão Pública também contribuiu com a retirada de pneus espalhados pela cidade, para diminuição do risco de propagação da dengue.

“Os projetos e programas que realizamos tem proporcionado uma grande visibilidade para Xambioá, em função dos resultados que geram grandes benefícios para as comunidades do município e região. Ser pauta de um veículo de comunicação de tanta credibilidade é um reconhecimento do potencial transformador das nossas iniciativas”, ressaltou o gerente de fábrica da Unidade Xambioá da Votorantim Cimentos, Rodrigo Duarte Moura.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.