destaque-380988-3t2

Cerca de 150 índios Parakanã interditam pelo terceiro dia, neste domingo (25), um trecho da rodovia Transamazônica, na ponte do Bacuri, que liga os municípios de Marabá e Novo Repartimento, no sudeste do Pará.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), equipes policiais do posto de Marabá permanecem na área negociando a liberação da rodovia. Os indígenas reivindicam melhores condições de saúde e mais médicos, além de pavimentação das estradas que dão acesso às aldeias e energia elétrica.

De acordo com o cacique Kwatine Parakanã, as condições em que vivem os quase 500 índios da reserva Parakanã ficaram precárias após eles terem sido remanejados da área em que viviam antes da construção da Hidrelétrica de Tucuruí.

O grupo afirma que só irá liberar a rodovia com a chegada de representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai). O protesto é considerado pacífico. O representante regional da Funai no Pará, não foi localizado para comentar o assunto.

De acordo com a PRF, os agentes estão orientando os motoristas a evitarem o trecho bloqueado, conduzindo-os a seguir por um desvio de cerca de 150 quilômetros dentro do município de Novo Repartimento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.