O governo do Estado vai demitir servidores comissionados e contratos temporários com o foco de reduzir gastos com pessoal. A meta é uma redução de, no mínimo, 20% o que equivale, segundo o governo, a uma economia mensal de aproximadamente R$ 7 milhões.

“A meta do Estado é reduzir o impacto da recessão econômica e frustração de receita que estão agravando as dificuldades financeiras do estado, de modo a garantir o cumprimento das obrigações do governo, em especial, a folha de pagamento dos servidores”, diz nota enviada pelo governo. No entanto, o documento não explica se essa economia visas viabilizar o pagamento da data-base dos servidores públicos estaduais.

Para os sindicados, uma redução de 20% não vai viabilizar o pagamento da data-base, principal reivindicação das categorias para que finalizar a greve que já dura mais de 40 dias.

Mas a contenção de despesa não deve parar por aí. Na nota, o governo afirma que outras medidas serão anunciadas nos próximos dias. (Jornal do Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.