A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, professora Wanessa Sechim, reuniu-se nesta quinta-feira, 15, com técnicos da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) para discutir a realização de oficinas nas Diretorias Regionais de Educação (DRE) de Araguatins e Tocantinópolis, bem como nas outras 11 espalhadas pelo restante do estado. O objetivo é garantir subsídios e orientações às DRE no trabalho de acompanhamento e apoio às escolas.

As oficinas serão desenvolvidas pelos técnicos da Pasta, que analisarão o resultado das avaliações diagnósticas e do simulado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O foco é atender às necessidades dos alunos, dos professores em sala de aula e, principalmente, garantir a aprendizagem com sucesso.

A redação, conforme a secretária, é hoje a prova com maiores dificuldades dos alunos, além de ser eliminatória. “É preciso trabalhar a redação no formato exigido no Enem, visto que a modalidade de texto cobrada no exame busca aplicar conhecimentos contextualizados”, concluiu.

Wanessa Sechim disse que quer conhecer de perto a realidade de cada escola, e como alunos e professores estão recebendo informações e orientações da Pasta. A partir disso, conforme a demanda, será possível pensar em maneiras de promover aulas de reforço para alunos com dificuldade na aprendizagem.

Realização

As oficinas acontecerão nos dias 21 e 22 de setembro. Nelas, serão realinhados conteúdos que precisam ser reforçados com os alunos, de acordo com cada necessidade, além de proposição de outras ações de melhoria do ensino.

O acompanhamento posterior ao trabalho será realizado por meio de plataformas digitais. “São 13 grupos formados na Seduc que acompanharão o desenvolvimento das ações. Isso vai acontecer por meio de e-mail, telefone e pela plataforma moodle”, informou a técnica da Secretaria, Nelma Maria Matias Pinheiro, responsável pela organização das oficinas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.