1472552117-650511333

A Polícia Civil não descarta nenhuma hipótese como motivação para o assassinato que teve como vítima Arley Barbosa Gonzaga, 38 anos.

O crime foi na noite de 29 de agosto no pátio de um posto de combustível na avenida Getúlio Vargas com a rua Rio Grande do Norte, Centro.

“Infelizmente o Arley tinha uma vida pontilhada de infrações. São várias vertentes, várias situações, as investigações apontam para vários caminhos”, disse o delegado regional de Segurança, Eduardo Galvão.

O regional ressaltou, por exemplo, que Arley era conhecido da polícia em razão de vários crimes e havia sido citado na delegacia em vários tipos de delitos e havia comentários de que o jovem vinha sendo ameaçado.

“(…), mas são várias linhas e a gente vai trabalhar dentro dos trinta dias que temos de prazo para concluir esse inquérito” , encerrou.

Arley Barbosa havia sido preso na Operação Galaticos, da Políca Federal,realizada há quatro anos e ao ser morto, policiais apreenderam várias cédulas de dinheiro falso. (iMirante)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.