Na noite desta terça-feira, 20, a Associação Comercial e Industrial de Araguatins (Aciat), reúne empresários, comerciantes e comunidade para discutir se o empresariado local adere ao movimento “#NãoMaisImpostos”, que vai paralisar o comércio nas principais cidades do Tocantins nesta quarta-feira, 21, a partir das 15 horas.

A ação foi criada, durante reunião entre representantes de entidades classistas e não governamentais, que decidiram criar uma campanha contra o pacote de medidas do governador Marcelo Miranda, votado e aprovado no último dia 29.

A data de 21 de outubro foi escolhida como o marco inicial das ações. Neste mesmo dia também deve ser entregue ao governador Marcelo Miranda (PMDB), um documento contendo duas reivindicações: a total revogação do pacote de aumentos de tributos e a volta do funcionamento do portal da transparência.

A ação não tem fins políticos ou representação de apenas um setor/classe específico, e que a finalidade do movimento é mobilizar a sociedade para mostrar a insatisfação com relação a forma arbitrária pela qual esse pacote de leis foi votado.

Laisse Guimarães, presidente a Aciat
Laisse Guimarães, presidente a Aciat

Laisse Guimarães, presidente a Aciat, informou a nossa reportagem que o intuito da reunião desta noite é discutir com a sociedade araguatinense e buscar apoio, pois não adianta apenas alguns estabelecimentos fecharem as portas e a maioria continuar aberto. “Nossa intenção é aderir ao movimento, mas precisamos buscar o apoio da comunidade e contar com a colaboração de casa um” disse a presidente.

A reunião acontece às 19h30, na Câmara Municipal.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.