Sem título

Já dura mais de dois dias o bloqueio na BR-230, no trecho entre os municípios de Novo Repartimento e Pacajá, no sudeste do Pará. Manifestantes pedem melhorias na estrada e nas pontes da região.

Moradores de três municípios participaram de um ato no domingo (11), cobrando melhorias  no trecho que liga Novo Repartimento a Tucuruí e a Marabá. Troncos de árvores e pedras retiradas de um barranco foram usados para bloquear a estrada em dois trechos.

A Polícia Rodoviária Federal acompanhou o protesto para garantir a organização do tráfego de veículos e tentar uma negociação para que a estrada seja liberada, mas nada ficou resolvido.

Situação precária

Um acampamento foi montado para dar apoio aos manifestantes.  “Quando não é lama é poeira. Quando não é poeira é lama. A gente está sofrendo muito por causa dessa estrada”, afirma o padeiro Edilson de Jesus.

Segundo os moradores, a situação é precária. “Já aconteceu de pessoa que se perde na poeira e cai num abismo ou que vem um carro e bate. Isso aí a gente já presenciou muitas vezes”, conta o motorista Álvaro Fernando da Silva.

Além do asfalto, os manifestantes também reivindicam a reforma das pontes que ficam no trecho entre Novo Repartimento e Pacajá. Apesar desse trecho da estrada ser todo asfaltado, as pontes estão em condições precárias, algumas ainda são improvidas com troncos de madeira.

A ponte sobre o rio Aratau, em Pacajá, que desabou em agosto de 2014, ainda não foi reconstruída. Os motoristas utilizam um desvio criado próximo a ponte.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.