1443961307-19557737

Três dias dedicados à capacitação do agricultor, transferência de conhecimento e ações para desenvolvimento da agricultura familiar nos próximos anos, essa é a proposta da 1ª Feira da
Agricultura Familiar e Agroecologia de Açailândia (Agritec), que será realizada de 8 e 10 de outubro.

A programação da Agritec Açailândia ocorrerá na avenida Alexandre Costa, na Vila Ildemar. O município possui potencial na produção de hortaliças, além de contar com sólido cultivo de milho, melancia, mandioca, arroz e feijão. Com a realização da feira, espera-se que seja melhorada a produção dessas culturas, por meio do intercâmbio de conhecimento e capacitação dos produtores em várias áreas.

A programação da Agritec conta com simpósios, mesas-redondas, oficias e exposição de ovinos e caprinos, cursos de beneficiamento de frutas, cultivo de peixes. Profissionais também vão fornecer informações e tirar dúvidas sobre seus programas e ações, tais como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Programa de Compras da Agricultura Familiar (Pronaf), Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), Programa Nacional de Crédito Fundiário, entre outros.

Para participação da feira foram mobilizados 20 municípios: Açailândia, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Cidelândia, Itinga, São Francisco do Brejão, São Pedro da Água Branca, Vila Nova dos Martírios, Buritirana, Campestre, Davinópolis, Estreito, Governador Edson Lobão, Imperatriz, João Lisboa, Montes Altos, Porto Franco, Ribamar Fiquene, São João do Paraíso e Senador La Rocque.

O Sebrae participará da Agritec Açailândia organizando o credenciamento do evento, oferecendo oficinas e palestras voltadas para o empreendedorismo rural, compras governamentais e associativismo. Além disso, participa da mobilização dos municípios. A Agritec é uma realizada pelo Sistema de Agricultura Familiar, que conta com a Secretaria Estadual de Agricultura Familiar (SAF), a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma).

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.