image

O juiz José Magno Linhares Moraes, titular da 2ª Vara da Justiça Federal no Maranhão, revogou a prisão preventiva da ex-prefeita de Bom Jardim-MA, Lidiane Leite da Silva, de 25 anos, presa desde o dia 28 de setembro, no Quartel do Corpo de Bombeiros, em São Luís. A decisão foi proferida nesta sexta-feira (9).

Segundo a decisão, a ex-prefeita será monitorada por tornozeleira eletrônica e deve comparecer mensalmente a juízo para informar e justificar suas atividades. Lidiane também está proibida de frequentar a Prefeitura de Bom Jardim e não poderá se ausentar de São Luís, onde decidiu fixar residência. Ela só poderá sair da capital mediante autorização judicial.

Os advogados da ex-prefeita alegam que ela nunca coagiu testemunhas ou dificultou o trabalho investigativo da Polícia Federal ou do Ministério Público. Eles afirmam que ela já foi afastada do cargo e, por isso, não tem como interferir ou impedir a coleta de possíveis provas.

“Entendo que, na atual situação, desnecessária a manutenção da segregação cautelar que recai contra a requerente”, conclui o juiz.

O advogado da ex-prefeita Sérgio Muniz disse que não sabe precisar quando a ex-prefeita será solta, mas que está na expectativa dos trâmites judiciais para que a liberdade de Lidiane se concretize. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.