1445447658-899723542

Se apresentou, espontaneamente, na tarde desta quarta-feira (21), a mulher que dirigia o carro que atropelou e matou o motociclista Breno Lima Santos, 22 anos, durante a manhã de quarta. A mulher, que não foi identificada porque o processo corre em segredo de Justiça, se apresentou acompanhada de um advogado.

Segundo o delegado regional, Eduardo Galvão, ela contou a versão sobre o acidente e foi liberada em seguida. Ela deve responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, porém qualificado, pois ela fugiu do local do acidente. Ela vai responder o processo em liberdade.

O acidente aconteceu por volta das 7h, no cruzamento da avenida Dorgival Pinheiro de Sousa com a rua Ceará, no Centro da cidade. As imagens de câmeras de segurança mostram o momento do acidente, quando o carro descia pela avenida Dorgival, tentou virar para a rua Ceará e colidiu com a moto.

A vítima ainda chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. (iMirante)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.