ronaldo_espindola_da_silva200x150Ronaldo Espindola Silva, considerado um dos culpados pelo assassinado de Isabel Pereira da Silva, foi condenado a 15 anos por homicídio e mais sete por estupro. A pena será cumprida em regime fechado.

Embora permaneça foragido, Ronaldo foi representado pelo seu advogado Wendel Araújo de Oliveira. O julgamento integra a segunda parte do processo que investiga o crime que ocorreu no dia 28 de junho de 2009.

Isabel foi encontrada morta em um terreno baldio no centro de Xambioá, com sinais de violência. A sentença foi proferida pelo juiz José Eustáquio de Melo Júnior nessa terça-feira, 27, no Fórum da Comarca daquela cidade.

O primeiro veredito aconteceu no dia 11 de junho e nele foram julgados e condenados Sérgio Mendes da Silva, Anderson de Araújo Souza, Wagner Mendes da Silva, Roseli Francisco Alves da Silva. Anderson foi condenado a 28 anos de prisão por homicídio e estupro. Wagner e Roseli foram condenados a 15 anos pela morte e mais sete por estupro. Sérgio foi condenado a sete anos e seis meses de prisão por estupro e absolvido pelo crime de homicídio. (Portal CT/Patrulha Web)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.