SAMSUNG CAMERA PICTURES

Em Buriti do Tocantins, seguindo exemplo de Esperantina, os vereadores resolveram dar um generoso aumento salarial para o próximo prefeito, vice-prefeito e secretários. Borjão (PV), prefeito eleito, que assumirá o mandato em janeiro de 2017, teve seu ordenado reajustado pelos parlamentares dos atuais R$ 7 mil, para R$ 10 mil.

O reajuste dado pelos vereadores ao próximo prefeito Borjão é de 42,8%. Índice bem acima da inflação acumulada o período do último reajuste.

Para justificar o ato generoso, os vereadores de Buriti disseram que o aumento do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que elevou de 0.6 para 0.8, no ano de 2013, ainda não havia sido repassado ao salário do chefe do executivo e que a inflação teria corroído a atual remuneração.

No mesmo projeto de lei, a Câmara concedeu reajuste ao vice-prefeito e secretário municipais. O vice-prefeito receberá a partir de 2017, R$ 5 mil e R$ 3 mil.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.