O Justiça Federal liberou, na noite deste sábado, quatro pessoas presas na Operação Ápia da Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e Corregedoria Geral da União (CGU). Entre os libertos estão os servidores Luciano Nogueira Bertazzi Sobrinho e Olímpio Pereira Futado. A Justiça não informou o nome dos demais.

A liberação ocorreu, pois, segundo a Justiça, “eles não apresentam risco às investigações”.
sido soltos na sexta-feira. O ex-governador Sandoval Cardoso e outros seis detidos seguem presos na Casa de Prisão Provisória de Palmas, além do militar reformado Geraldo Batista Magela de Araújo que está detido no Quartel do Comando Geral (QCG).

Os sete suspeitos detidos na CPPP dividem a mesma cela. O superintendente da PF, Arcelino Vieira, afirmou em entrevista à TV Anhanguera que não há problema dos suspeitos ficarem na mesma cela. “É uma cela que não tem acesso exterior e não tem contato com os demais presos da prisão. É um local com banheiro. Uma cela com segurança e com um certo conforto”, explicou.

O fator determinante para a Justiça Federal decidir pela soltura dos presos foi a manifestação favorável do MPF e a PF ao pedido da defesa. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.