whatsapp-image-2016-10-25-at-19-23-16

O compromisso feito pelo diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Valter Casimiro Silveira, com moradores dos municípios de Palestina do Pará e Brejo Grande do Araguaia, por intermédio da deputada federal, Júlia Marinho (PSC), para que ele fosse até o local, nesta terça-feira, 25, negociar com os integrantes do protesto, o reinicio da obra de pavimentação do trecho de 12km, na rodovia BR-230 (Transamazônica),  não foi cumprido.

Nossa equipe esteve no local na tarde desta terça e conversou com os moradores. O grupo explicou que o Dnit queria enviar funcionários do órgão lotados em Marabá, para tratar do assunto. Mas que os moradores recusaram conversar, pois os servidores locais não teriam poder para resolver a situação.

whatsapp-image-2016-10-25-at-19-23-04

Agora é cogitada a presença de representantes do Dnit da regional de Belém, para tratar do assunto com o grupo no local do protesto. Mas a presença dos servidores deve ser confirmada ainda nesta quarta-feira, 26.

Enquanto o Dnit não toma uma medida concreta, os moradores dizem que o bloquei continuará até que apareça alguém para tratar do assunto.

whatsapp-image-2016-10-25-at-19-23-17

A deputada federal, Júlia Marinho, também fez contato com os protestantes nesta terça, e disse que já estava em Brasília, tentando conversar com o diretor geral do Dnit, Valter Casimiro, mas até o inicio da noite não havia dado nenhum tipo de retorno.

A estrada segue interditada.

whatsapp-image-2016-10-25-at-19-23-25

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.