Uma inspeção realizada por técnicos do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), nas propriedades rurais de Araguatins, Augustinópolis, São Bento e Cachoeirinha, contempladas com o recebimento de tanques de resfriamento de leite, constatou que a maioria dos agricultores está utilizando de forma adequada o equipamento.

Os tanques foram entregues pelo Governo do Estado, por meio de convênio firmado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e com a Caixa Econômica Federal (CEF), com execução do Ruraltins.

De acordo com Nayana Valadares, zootecnista do Ruraltins, responsável pelo trabalho de vistoria, foram visitados os quatro municípios para verificação da estrutura de instalação dos tanques e da higienização dos mesmos. “O objetivo dessa inspeção foi fazer uma fiscalização quanto ao uso dos equipamentos, das condições de instalação, além de avaliar o grau de satisfação dos agricultores. Constatamos que os beneficiários estão muito satisfeitos, produzindo mais e obtendo um maior lucro, pois o laticínio ao ver as condições de armazenamento paga mais pelo produto bem cuidado. Na região norte, por exemplo, o litro do leite, que antes dos tanques era vendido a R$ 0,80 agora chega a R$ 1,15, um aumento de mais de 40%”, avaliou a zootecnista, destacando ainda que “onde os equipamentos estavam ociosos, foi feito remanejamento para outros interessados, pois a ideia é que o beneficio chegue ao número maior de produtores”.

 

Os equipamentos foram entregues, em novembro do ano passado, aos agricultores por termo de comodato, podendo ser utilizado por quatro anos. Após esse período, os tanques serão repassados para outras pessoas, pois a intenção é aumentar a renda do produtor para que ele, ao final do contrato, possa adquirir o seu próprio tanque, e assim, mais agricultores possam ser contemplados. O trabalho de vistoria contou também com a participação da médica veterinária do Ruraltins, Patricia Magalhães.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.