beer-620x400

Você sabia que existe uma quantidade de álcool que você pode ingerir por dia sem que isso seja prejudicial para a sua saúde? E não é só porque você bebe todos os dias que isso significa que você é um alcoólatra?

Entenda um pouco a diferença entre o uso de baixo risco do álcool, o uso nocivo e a dependência química.

Quantas doses de álcool são permitidas por dia?

O álcool pode ser considerado benéfico à saúde quando ingerido em pequenas quantidades. De acordo com o Dr. Ronaldo Ramos Laranjeiras, PHD em Dependência química da Universidade Federal de São Paulo, existe um padrão de consumo de álcool que pode ser considerado de baixo risco, pouco tóxico e benéfico à saúde.

Segundo o médico, por dia, um adulto sem nenhuma doença pode beber até duas doses de vinho, dois copos de cerveja ou uma dose de destilado.

Porém, quanto maior for a dose, mais tóxico se torna o álcool, por isso é preciso ter autocontrole e não ultrapassar as doses diárias, pois irá expor o organismo a um nível grande de toxidade.

Beber todo dia significa ser alcoólatra?

Não necessariamente. Precisamos ter em mente que existem alguns tipos de uso do álcool. Existe o uso de baixo risco, o uso abusivo e a dependência química.

Beber uma ou duas doses de bebida alcoólica, pode ser considerado de baixo risco, mas quando passamos disso, podemos considerar que estamos fazendo o uso nocivo do álcool, ou seja, estamos tendo consequências negativas por usar o álcool.

Quem bebe pouco e fica agressivo, toma multa de trânsito ou arranja brigas também pode se enquadrar no uso nocivo da bebida.

A dependência tem características próprias, que são: beber grandes volumes regularmente e ser tolerante ao álcool, ter crises de abstinência quando não bebe, tremor, sudorese e sentir muita necessidade de beber. Se os sintomas passam quando a pessoa bebe, isso é um grande indício de dependência.

Então, o que significa ser alcoólatra?

Quem manifesta o padrão de consumo próprio da dependência, com todas as consequências negativas, pode ser visto como alcoólatra. Ou seja, o alcoólatra é um dependente químico.

Portanto, precisamos ter em mente que há uma certa quantidade de álcool que podemos ingerir sem que isso seja prejudicial para nós, mas quando ultrapassamos essa quantidade, passamos a fazer o uso dele.

Mesmo quando bebemos pouco, mas temos consequências negativas, isso já é visto como uso nocivo.

A cerveja, quando bem administrada, pode ser algo benéfico para a nossa saúde.

Infelizmente poucas pessoas conseguem adotar um padrão saudável de uso de álcool, muitas acabam exagerando e bebendo demasiadamente, tendo apenas consequências negativas.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.