image

O plenário do Senado analisa, nesse momento, autos do Supremo Tribunal Federal (STF) para decidir sobre a prisão do senador e líder do governo na Casa, Delcídio do Amaral (PT-MS). Cabe aos senadores decidir se prisão, cumprida hoje pela Polícia Federal (PF), será ou não mantida. Dos três representantes do Tocantins no Senado, apenas Ataídes de Oliveira (PSDB), até o momento, se manifestou a favor de que o petista continue preso.

Delcídio foi preso hoje no âmbito da operação Lava Jato e entra para a história do País como o primeiro senador em exercício do mandato a ser preso. “As acusações são gravíssimas, por isso eu defendo a permanência da prisão e a perda do mandato”, disse Ataídes de Oliveira. O senador disse no início da tarde de hoje, antes do início da sessão que analisa a situação do petista. O motivo da prisão são indícios de que Delcídio estaria  tentando atrapalhar as investigações da Lava Jato. A operação que culminou na prisão foi autorizada pelo ministro do STF Teori Zavascki.

A reportagem entrou em contato com os demais senadores do Tocantins, no início da manhã de hoje, para que eles comentassem a situação de Delcídio e defendessem seus posicionamentos em relação ao fato. A assessoria de comunicação do senador Vicentinho Alves (PR) informou que o parlamentar, que é primeiro-secretário na Mesa do Senado, não se pronunciaria sobre o assunto porque “não é de sua competência e (ele) desconhece o teor”, referindo-se à prisão. A resposta foi ainda pela manhã, antes do início da sessão dessa tarde.

O senador Donizeti Nogueira (PT) visualizou as mensagens enviadas a ele por meio do aplicativo WhatsApp, mas ainda não respondeu.

Os senadores ainda não iniciaram a apreciação sobre a manutenção da prisão. O debate está concentrado, nesse momento, quanto a votação ser ou não aberta. Conforme informações da Agência Brasil, os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Ronado Caiado (DEM-GO) e Aécio Neves (PSDB-MG) entraram hoje com um mandado de segurança no STF para garantir que a votação seja aberta. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.