barco_1

Uma embarcação virou no rio Tapajós na madrugada desta terça-feira (10), entre os municípios de Belterra e Aveiro, no oeste do Pará. De acordo com a Capitania Fluvial de Santarém, no momento do acidente tinham 39 pessoas entre passageiros e tripulantes a bordo. Todos escaparam com vida.

Segundo o capitão Robson Oberdan é provável que o barco tenha colidido com pedras submersas. A embarcação tinha capacidade para transportar aproximadamente 100 pessoas.

O resgate das vítimas foi feito por um barco do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) que passava pelo local. Em entrevista a coordenadora regional do instituto, Alcilene Cardoso, contou que os técnicos fizeram contato ainda durante a madrugada informando sobre o acidente. “O primeiro socorro foi dos nossos técnicos. Eles nos disseram que provavelmente bateu em pedras porque o rio está seco neste período. A nossa equipe sempre faz viagens a Resex Tapajós-Arapiuns e estavam no lugar certo, na hora certa”, contou.

A Capitania Fluvial de Santarém enviou uma equipe ao local do acidente para fazer o levantamento das informações e fazer a perícia inicial. Será instaurado um inquérito administrativo com prazo inicial de 90 dias para apurar as causas do acidente e os possíveis responsáveis.

Oito sobreviventes já retornaram a Santarém. (G1)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.