Resize

Está protegida a cobertura vegetal do Parque Estadual Serra dos Martírios/Andorinhas (Pesam), localizada integralmente no município de São Geraldo do Araguaia, região sudeste do Pará. Essa afirmação partiu do gerente da unidade de conservação, Ernildo Serafim, após sobrevoo no local com o objetivo de realizar monitoramento ambiental aéreo da área protegida, realizado na última semana de outubro.

De acordo com a equipe técnica do Pesam, durante o sobrevoo foi possível constatar a recuperação natural da vegetação em locais atingidos por incêndios florestais em anos anteriores. Foi identificado também que algumas fazendas que limitam o Parque mantêm aceiro preservado, além de perceber regeneração da vegetação nas trilhas por onde passavam os agricultores ocupantes da área protegida antes da regularização fundiária e ambiental da unidade.

Ernildo Serafim explicou que os focos de incêndios combatidos no Parque este ano não comprometeram a mata densa. “Por meio do sobrevoo constatamos que os focos de incêndios no Pesam este ano ocorreram apenas no cerrado. A mata está protegida”, certificou.

Entretanto, alguns reservatórios naturais de água existentes no Parque estão áridos. “Isso afeta diretamente a dinâmica hidrológica da região. Podemos ter perda da qualidade da água, erosão e prejuízo de nutrientes do solo, e ainda aumento de pragas nas lavouras das propriedades que circundam o Parque”, assegurou o agrônomo Emmanuel Carrolo, técnico do Pesam.

Resize (1)

O sobrevoo também permitiu perceber que a Área de Preservação Permanente (APA) de algumas propriedades localizadas na APA Araguaia não está preservada. “Vamos elaborar projeto de intervenção para auxiliar na recuperação da mata ciliar dos cursos d’água e nascentes da APA Araguaia”, adiantou o gerente da unidade, acrescentando que o projeto será executado em parceria com os fazendeiros da área protegida e a Diretoria de Desenvolvimento Florestal (DDF), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), através da instalação de viveiro de produção de mudas, entre outras ações.

O Parque Estadual Serra das Andorinhas conta com apoio financeiro do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), o qual é coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e executado pelo Funbio. O Arpa foi criado em 2012 com objetivo de proteger a biodiversidade da Amazônia e promover o desenvolvimento sustentável por meio de expansão e consolidação de unidades de conservação.

Relatório fotográfico do sobrevoo será apresentado durante reunião integrada dos Conselhos Gestores do Pesam e da APA Araguaia, prevista para acontecer nas próximas quinta e sexta-feira. O sobrevoo foi realizado em uma aeronave (Cessna 210) monomotor a pistão de asa alta. (Com informações de Nilson Amaral – Departamento de Comunicação do Pesam)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.