12227837_927349700692248_7456281868002794818_n

Foi realizado nesta sexta-feira, 20, na Escola Municipal Santo Antônio da Cachoeira, na cidade de Itaguatins, pelo professor historiador Naudo Barbosa, o projeto “Consciência Negra a Educação não tem cor”. Segundo o professor, historicamente o Brasil, no aspecto legal, teve uma postura ativa e permissiva diante da discriminação e do racismo que atinge a população afrodescendente brasileira. Nesse sentido, ao analisar os dados que apontam as desigualdades entre brancos e negros, ele constatou a necessidade de políticas específicas que revertam o atual quadro.

1900060_510878352382255_3006813496490312148_n

“Levar a comunidade escolar a refletirem sobre a diversidade étnico-cultural para compreenderem que cada povo possui sua identidade própria, presente nas crenças, costumes, história e organização social. Perceberem suas contribuições para o desenvolvimento da humanidade, em especial do Brasil, também levar o aluno a se perceber parte desse povo. Assim, promover o respeito às diferenças de qualquer gênero para a valorização do ser humano e da identidade cultural de todos os povos, para que dessa forma mudanças significativas na prática social sejam percebidas e seja efetivado o desenvolvimento da consciência cidadã”, comentou o professor.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.