f_rio peba

Os moradores de Parauapebas, no sudeste do Pará, estão preocupados com a quantidade de peixes mortos que foram encontrados boiando no rio que corta a cidade. O serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas e o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade fizeram nesta sexta-feira (20) a coleta das amostras de água e dos peixes encontrados mortos para realizar uma análise detalhada. O resultado deve sair em de 15 dias.

De acordo com a população, os animais são trazidos pela correnteza e se acumulam nas pedras, que ficam mais visíveis na época de estiagem. A situação se repete ao longo de quase três quilômetros.

Os moradores também dizem que é desse mesmo rio, porém em outro ponto, que é retirada a água que abastece 90% da população. (G1)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.