medicamentos2

Os portadores de deficiência em Imperatriz, voltaram a denunciar a falta de medicamentos fornecidos gratuitamente pela Secretaria de Saúde do Município. De acordo com eles, a Prefeitura teria prometido resolver o problema até o mês passado. No entanto, alguns medicamentos continuam em falta.

Pelo menos é o que afirma o autônomo Jean Duarte que diz que um dos medicamentos que ele precisa tomar diariamente não está sendo repassado a ele há meses. Jean revela que devido o problema ele acaba tendo que criar estratégias para poder usar o remédio. “Eu tenho que me virar de qualquer jeito para comprar esse remédio”, desabafou.

Na farmácia básica do Posto de Saúde Três Poderes, onde os remédios são retirados, o aposentado José Salazar revela que deu sorte em ter conseguido levar para a sua residência um medicamento por não ser pré-datado. “Essa aqui eu peguei agora porque essa a receita não é pré-datada. Se ela fosse pré-datada eu não poderia levar. Tem que pedir outra receita”.

Sobre a ausência de alguns medicamentos, a Secretaria de Saúde de Imperatriz informou que abriu processo de licitação para a compra dos remédios que estão em falta.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.