Christiane Bueno explica que a dengue e chikungunya são doenças virais e seus ciclos de transmissão são muito semelhantes
Christiane Bueno explica que a dengue e chikungunya são doenças virais e seus ciclos de transmissão são muito semelhantes

Antecipando o planejamento de estratégias para prevenção e controle da dengue no Estado, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) reúne técnicos de 6 municípios do Bico do Papagaio na 3ª Reunião de Coordenadores de Vigilância Epidemiológica e Entomológica dos Municípios Prioritários, que segue até esta sexta-feira, 20.

Estavam presentes Araguatins, Tocantinópolis, Augustinópolis, Xambioá, Ananás e Axixá do Tocantins.

No encontro são avaliados e discutidos os planos de contingência elaborados por estes municípios para o ano de 2016. Nos planos, os municípios descrevem as ações que devem ser realizadas para prevenção de casos, combate do vetor transmissor e assistência aos possíveis casos, conforme o perfil epidemiológico.

Participam do encontro técnicos que atuam nas áreas de Vigilância Epidemiológica, Controle Vetorial e Atenção Básica de outros 14 municípios do estado: Palmas, Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Miracema do Tocantins, Colinas do Tocantins, Natividade, Goiatins, Guaraí, Alvorada, Wanderlândia, Colméia do Tocantins, Araguaçu, Miranorte, Pedro Afonso, Formoso do Araguaia, Tocantínia, Combinado, Peixe, Pium, Dianópolis, Sandolândia e Taguatinga.

Dengue e febre chikungunya

Nestes municípios estão concentrados 87% dos casos notificados de dengue em todo o Estado em 2015.  Segundo registros, de janeiro a outubro de 2015 foram notificados 15.678 casos suspeitos. Deste total 5.611 casos foram confirmados no mesmo período em todo o Estado. Já no ano de 2014, no Tocantins foram notificados 9.240 casos suspeitos de dengue, destes foram confirmados para dengue 2.822 casos em todo o Estado.

Com relação à febre chikungunya, até o momento não há casos confirmados no Tocantins. Ainda de acordo com os registros, foram notificados 157 casos suspeitos de chikungunya em 2015 até outubro deste ano. No ano anterior, foram notificados cinco casos suspeitos. Todos descartados para a doença.

Sintomas

A gerente estadual de Dengue, Febre Amarela e Febre Chikungunya, Christiane Bueno, explica que ambas as doenças são virais e seus ciclos de transmissão são muito semelhantes. As duas são transmitidas pela picada do mosquito Aedes aegypti, presente em todo o Tocantins.

A dengue apresenta febre alta seguida de dor de cabeça, prostração, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas pelo corpo. “A febre chikungunya apresenta sintomas semelhantes, no entanto, as dores articulares apresentam mais intensidade e estão presente na maioria dos casos, afetando principalmente pés e mãos”, explicou a gerente. (Com informações de Juliana Matos)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.