Lista de denunciados pela Procuradoria da República na 1ª Região traz os nomes dos ex-deputados federais Darci Coelho, Eduardo Gomes, Freire Júnior, Homero Barreto, João Oliveira, Laurez Moreira, Maurício Rabelo, Moisés Avelino, Nilmar Ruiz, Osvaldo Reis, Ronaldo Dimas e Vicentinho Alves, além do atual deputado federal Lázaro Botelho. As denúncias foram apresentadas no último dia 28 contra 443 ex-deputados federais e mais 219 pessoas, que hoje têm foro privilegiado, no caso do Tocantins Botelho e Vicentinho. Entre os denunciados, três são prefeitos: Laurez, em Gurupi; Avelino, em Paraíso; e Dimas, em Araguaína. Já Freire e Reis integram o primeiro escalão do governo do Estado. Eles são acusados de desvio de recurso público por meio do uso das cotas de passagens aéreas da Câmara dos Deputados em favor de terceiros. O Ministério Público Federal (MPF) apura os gastos de viagens no período de janeiro de 2007 a fevereiro de 2009, caso é conhecido como “farra das passagens”.

Eduardo Gomes explicou que na época as regras da Câmara permitia uso diverso das passagens aéreas, desde em forma de patrocínio de viagens de palestrantes a eventos públicos, até viagem de familiares. “Usei as passagens aéreas de acordo com a regulamentação da Casa e quando houveram as mudanças na forma de uso, em 2009, me adequei a elas”, declarou, por nota, Nilmar. Dimas também afirmou ter cumprido as regras estabelecidas pela Câmara. Darci afirmou que desconhece a denúncia e não poderia comentar o assunto. O gabinete do deputado Botelho disse que o parlamentar ainda não tomou conhecimento da denúncia, mas destacou que a emissão de passagens para terceiros era permitida pelo regimento, desde que atendendo o interesse da atividade parlamentar. A reportagem buscou contato com os demais, porém não obteve sucesso. (Jornal do Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.