Das 402 agências do Banco do Brasil que serão desativadas em todo o país no próximo ano, nenhuma está localizada em Marabá, de acordo relação divulgada pelo BB na segunda-feira (21), mostrando que no Pará apenas quatro agências em Belém serão fechadas. A medida não terá impacto relevante em Marabá, porque visa propor um plano de aposentadoria incentivada somente para aqueles servidores que estão há muito tempo na instituição e que reúnem condições para tal.

O Sindicato dos Bancários do Pará em Marabá para falar sobre a situação, porém a entidade preferiu não se posicionar sobre o assunto. “Enquanto não houver demanda de bancários sobre a questão não posso fazer declarações a respeito. No momento da implantação do programa, somente a diretoria de comunicação do Banco do Brasil poderia falar sobre o assunto. No caso, aqui em Marabá, a gerência regional”, informou João Rebelo, representante do sindicato.

As adequações para a reorganização institucional foram aprovadas pelo Conselho de Administração do BB no último domingo (20) e prevê também a transformação de 379 agências em postos de atendimento e o fechamento de 31 superintendências regionais.

Ainda de acordo com o Banco do Brasil, a finalização das agências e transferência para os postos de atendimento vão ser divulgadas via internet, SMS, aplicativo para smartphone, cartazes, correspondências e nos terminais de autoatendimento. Já os clientes das praças que serão fechadas vão ser mudados automaticamente para outros locais, mantendo cartões e senhas. A transferência, segundo o BB, será para a agência mais próxima.

Aposentadoria

O plano de aposentadoria incentivada foi aprovado para cerca de 18 mil funcionários que já se encontram em condições para tal. O período de adesão voluntária vai até o dia 9 de dezembro e o impacto financeiro da medida será divulgado, segundo o BB, após essa etapa. Para que os trabalhadores optem pela adesão, a instituição vai oferecer valor correspondente a 12 salários e indenização por tempo de serviço, que varia de um a três salários.

Também será oferecida redução de jornada de oito para seis horas diárias a seis mil assessores da direção geral e da superintendência, visando economia de 16,25% do salário médio. Para aderir é necessário estar aposentado pela previdência social ou ter 50 anos de idade e, no mínimo, 15 anos de trabalho no banco. A previsão de redução nas despesas anuais, caso os 18 mil funcionários optem pela adesão, é de mais de R$3 bilhões.

Digital

Paralelo a este processo de readequação, o Banco do Brasil pretende abrir 255 unidade de atendimento digital também no próximo ano. A proposta visa elevar o número de clientes desta plataforma, que hoje é de 1,3 milhão, para 4 milhões até o fim de 2017. O BB tem 245 dessas unidades e, de acordo com o presidente do banco Paulo Caffarelli, um gerente de agência digital tem 35% a mais de produtividade do que o gerente de uma agência convencional.

Saiba Mais

O Banco do Brasil tem, atualmente, 4.972 agências de varejo, 1.781 postos de atendimento e 109.159 funcionários. São Paulo é o estado que terá mais agências desativadas, 222, a partir do ano que vem. (Nathália Viegas/Correio Tocantins)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.