79375_252935

Uma operação de fiscalização apreendeu nesta quinta-feira (24) uma carga de 1,5 toneladas de pescado irregular em uma área do município de Goianésia do Pará, no sudeste do estado. A carga era oriunda de pesca no período do defeso, proibida por lei, de acordo com informações do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio).

Além do Ideflor-bio, participaram da operação o o Centro de Proteção Ambiental da Eletronorte, Secretaria de Meio Ambiente e Saneamento do Município de Breu Branco, Polícia Militar e Ministério Público do Estado do Pará. Além da carga de pescado, também foram aprendidos um motor do tipo rabeta, uma motosserra, malhadeiras e dois machados.

Segundo o Ideflor-bio, os responsáveis pela carga fugiram do local. O material não perecível foi apreendido e a carga, que continha 1,5 tonelada de mapará e pescada branca, estava adequado para o consumo e foi distribuído às comunidades carentes do município de Breu Branco.

Ainda de acordo com o Instituto, o período do defeso começou em 1º de novembro deste ano e será encerrado em 28 de fevereiro de 2017. Durante o período, é proibida a pesca, comercialização, transporte e beneficiamento de produtos pesqueiros.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.