311128_1000

Os alunos Bruno Barros de Sousa, da Escola Paroquial São Miguel, de Xambioá, e Victor Marques Fernandes Mozer, da Escola Municipal Anne Frank, de Palmas, participaram na tarde de segunda, 7, no Rio de Janeiro, da cerimônia de premiação de 500 medalhistas de ouro na 11ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). O evento foi organizado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), e reuniu autoridades como o ministro da Educação, Mendonça de Barros Filho, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e o secretário estadual de Educação do Rio de Janeiro, Wagner Victer.

A competição foi dividida em três níveis, sendo os dois alunos tocantinenses pertencentes ao nível 2. Victor ficou na 107ª colocação. Já Bruno obteve a segunda melhor nota neste nível, sendo esta a quarta vez que ele conquista uma vaga entre os melhores da Olimpíada. Eles foram ao Rio acompanhados pelo professor William Carlos de Sousa, coordenador da Obmep no Tocantins.

311129_1000

Cerimônia

Durante a cerimônia de premiação, o diretor-geral do Impa, Marcelo Viana, comemorou os resultados que a Obmep tem trazido para a educação nacional.  “A Obmep está contribuindo para ajudar a melhorar o panorama da Matemática nas nossas escolas. Fato que é comprovado por diversos estudos independentes”, destacou.

O ministro da Educação Mendonça de Barros Filho reconheceu que o Brasil está extremamente defasado na área da Educação, mas destacou que o Governo Federal é um parceiro ativo e decisivo do Impa. “Investimos R$ 26 milhões na Obmep e temos certeza que fizemos uma decisão correta. A Matemática é uma ciência fundamental para que o Brasil possa progredir e crescer”.

O ministro Gilberto Kassab também apoiou a realização da Obmep. “A Matemática é fundamental na Ciência e na Engenharia, e em tantas aplicações para podermos ter um Brasil melhor”.

Integração

A partir de 2017, o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) vai unificar as olimpíadas escolares promovidas pela instituição. A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) passam a ser feitas de forma conjunta. As mudanças foram anunciadas durante a cerimônia de premiação da edição 2015 da Obmep.

A expectativa do Impa é que, com a integração das duas Olimpíadas, a OBMEP – que hoje contempla quase 18 milhões de estudantes – alcance 21 milhões de alunos no ano que vem. (Com informações de assessoria)

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.