Werik Sirley já é condenado da Justiça e suspeito de ter participado de um homício
Werik Sirley já é condenado da Justiça e suspeito de ter participado de um homicídio

O último suspeito de ter assassinado e decapitado o lavrador Tomaz Pereira da Trindade, 37 anos, foi preso nesta terça-feira (15) em Luzimangues, distrito de Porto Nacional. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, Werik Sirley Ribeiro Rodrigues, 35 anos, foi abordado pela polícia quando saia de casa para trabalhar. O crime aconteceu em 2014, quando o corpo de Trindade foi encontrado em uma chácara sem a cabeça e os braços, próximo a Ananás, no extremo norte do Tocantins.

Conforme o órgão, o homicídio foi motivado por uma denúncia de estupro que Tomaz teria cometido contra uma menor de idade, filha de um dos suspeitos. A SSP informou que, após exames de corpo delito, ficou constatado que não houve abuso. Ainda assim, Wilmar Ribeiro, 42 anos, Jaimivan Martins, 26 anos, e Werick Sirley cometeram o crime.

A SSP informou ainda que Rodrigues estava foragido da Justiça e “vivia livremente, como se nada tivesse acontecido”. Ele também possui uma condenação de 12 anos em regime fechado pelo crime de roubo. O suspeito foi encaminhado para Ananás onde deve cumprir o restante da pena e aguardar o julgamento pelo homicídio. (G1)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.