image

Após os profissionais de 11 municípios de o Estado entrarem em greve, alegando o descumprimento do pagamento da segunda parcela do adicional noturno, o governo do Estado informou que já autorizou o pagamento, marcado para o dia 30 de novembro. Durante esta segunda-feira, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (Sintras), Manoel Pereira de Miranda se encontrou com o governador em exercício, Osires Damaso (DEM).

O secretário de Estado da Administração, Geferson Barros, através da Secretaria Estadual de Comunicação (Secom), disse que o pagamento no valor de R$ 1.314.000,00 é imediato. A Secom confirmou também que esta semana a categoria irá se reunir com o governador e secretário de Saúde para tratar das condições de trabalho da categoria.

Devido o descumprimento do acordo, paralisaram suas atividades os profissionais que atuam nos hospitais de Augustinópolis, Araguaína, Guaraí, Xambioá, Miracema, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional, Gurupi, Arapoema, Dianópolis e Arraias. Caso o acordo não fosse acertado, os servidores da Capital entrariam em greve amanhã.

Entenda

Os servidores da saúde entraram em greve após o descumprimento do pagamento das parcelas de setembro e outubro que estava acertada para o dia 30 de novembro e com receio da próxima parcela prevista para a próxima sexta-feira não ser paga. (Jornal do Tocantins)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.