1000
Descontraído, Marcelo curte Paris e passeia pela França

Passeando em Paris, na França, com uma grande caravana, para participar da Conferência do Clima (COP 21), o governador Marcelo Miranda (PMDB), vai seguir a orientação do seu Conselho Político, comandado pelo secretário de Comunicação, Rogério Silva e deve virar o ano sem fazer os repasses constitucionais de direito dos municípios, mas que não estão sendo repassados pelo Governo do Estado.

Uma fonte do núcleo do Governo, disse ao webjornal Folha do Bico, que Marcelo estava no dilema entra quitar parte das dívidas constitucionais com os municípios ou pagar o 13ª salário do funcionalismo público estadual. Seguindo orientação de marketing do quase primeiro-ministro, Rogério Silva, ficou definido que o 13ª será pago para não sujar ainda mais a imagem do governador.

Enquanto Marcelo Miranda não se suja com o 13ª dos servidores, a bomba fica nas mãos dos prefeitos que estão há 9 meses sem receber as parcelas referente aos repasses da Saúde, 3 meses sem o envios de verbas do Transporte Escolar e mais 3 meses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Isso provoca um rombo nas contas municipais.

Se por um lado, Marcelo definiu que pagará o 13ª dando o calote nos municípios, os funcionários públicos das Prefeituras podem não ter a mesma sorte. Com tantos atrasos e recursos que não entraram, graças a retenção do Governo do Estado, os prefeitos terão sérias dificuldades em quitar suas folhas de 13ª. Então se Marcelo paga os funcionários estaduais, ele próprio é o principal responsável pelo não pagamento dos municipais.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.