Divino Alves
Divino Alves

Uma determinação da Justiça afastou dos cargos o prefeito Divino Alves (PPS), o presidente da Câmara de Vereadores, Walmir Gomes Solidade (PP) e mais outro vereador, José Almeida de Araujo (PSB), em Eldorado dos Carajás, no sudeste do Pará. Eles foram denunciados pelo Ministério Público do Pará de cometer atos de improbidade administrativa.

Na denúncia, a prefeitura de Eldorado é acusada de comprar duas vezes o mesmo terreno que antes o município havia doado para um empresário da cidade.

Os políticos ficam afastados por 180 dias, mas continuarão recebendo seus salários. A Justiça pediu ainda a quebra dos sigilos bancários dos dois vereadores e bloqueio judicial de bens do prefeito e dos vereadores.

A assessoria do prefeito de Eldorado dos Carajás informou que ele vai recorrer da decisão. O vice-prefeito do município, Francis Lopes de Souza, informou que nesta quinta-feira (3) vai tomar posse do cargo, de acordo com a determinação.

A Câmara de Vereadores de Eldorado deve convocar os suplentes dos vereadores afastados. O presidente da Câmara, vereador Valmir Gomes, ainda não foi intimidado da decisão judicial e só vai se manifestar depois da intimação.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: folhadobico@hotmail.com que iremos analisar.