O ex-prefeito de Belém Duciomar Costa e sua esposa foram soltos nesta quarta-feira (6) após cumprirem prisão temporária por serem suspeitos de fraudes em licitações de obras da Prefeitura de Belém entre 2005 e 2012. A cunhada e o ex-assessor de Duciomar também foram soltos. Todos os suspeitos serão monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

Os quatro foram presos na última sexta-feira (1º) em uma operação da Polícia Federal que investiga fraudes em licitações de obras da Prefeitura de Belém. De acordo com as investigações, as empresas contratadas teriam sócios ligados ao Duciomar. A estimativa da Receita Federal é que o prejuízo nos cofres públicos tenha sido de mais de R$ 40 milhões. A Justiça mandou bloquear R$ 19 milhões de bens de suspeitos.

Duciomar e a esposa já estavam desde o último sábado (2) cumprindo prisão domiciliar. A justificativa utilizada pelo advogado do casal para garantir o direito na Justiça Federal foi que a esposa está grávida de oito meses e que o ex-prefeito de Belém sofre de uma doença neurológica.

COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.