A Fundação Cultural de Imperatriz, FCI, anunciou que o cantor Léo Magalhães será a principal atração da festa da virada, na Avenida Beira-Rio, em Imperatriz. No palco, participação de bandas regionais, além de show pirotécnico para animar o público.

José Carneiro, presidente da FCI, ressaltou a satisfação em começar os preparativos para a realização do réveillon na cidade. “Prefeito Assis Ramos garantiu essa grande comemoração para receber o ano novo e nós estamos batalhando para oferecer a população uma programação que agrade a todos” – reforçou. Ele destaca que artistas locais também devem se apresentar, como forma de valorizar a música e o talento da região. Lista completa deve ser divulgada nos próximos dias.
“Nós fomos à capital, conversamos com o secretário de Cultura do Estado, Diego Galdino, e o secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, que sempre demonstraram interesse em ajudar Imperatriz. Deputado Marco Aurélio também estava presente. No encontro, solicitamos o apoio para o réveillon” – ressaltou Buzuca.
Léo Magalhães
Com 13 anos de carreira, 13 CD’s e quatro DVDs lançados, Léo Magalhães ficou conhecido nacionalmente por vários hits do sertanejo romântico, como os sucessos “Locutor”, “Alô”, “Eu tô afim de alguém”, ”Metade dessa conta”, “Primeiro de Abril”, “Cara errado” e “24 horas”. Mineiro da cidade de Teófilo Otoni, descobriu o gosto pela música, ainda, cedo. Sua inspiração na adolescência, foi em nomes consagrados como Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, João Paulo & Daniel e Zezé Di Camargo & Luciano.
Coragem, determinação, talento e carisma marcam sua trajetória e conquistam o coração de milhões de fãs em todo o Brasil. O artista recebeu o prêmio de “Revelação Musical” ,no quadro “Melhores do Ano 2011”, do Domingão do Faustão. Em 2017, ele lançou a “Metade dessa Conta” nas emissoras de rádio e em poucos dias o single, que faz parte do álbum “De Bar em Bar”, já estava entre as mais tocadas no Brasil. (João Rodrigues)
COMPARTILHE

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.