Dar ao araguainense outra opção de lazer e garantir o uso e preservação do Lago Azul. Esses são os objetivos da implantação de uma praia no Complexo de Negócios e Turismo Via Lago, principal cartão postal da cidade. A praia atualmente tem extensão de 330 metros e está sendo implantada acima de onde o Córrego Neblina deságua no lago, com areia retirada de locais onde há assoreamento.

A liberação para banho pelos visitantes dependerá do monitoramento laboratorial que será realizado continuamente. A qualidade da água será mantida com a implantação da rede de esgoto em toda a cidade e monitorada pelo laboratório de análise das águas.

“Com a implantação da Via Lago, as pessoas passaram a ter acesso ao Lago Azul, tornando o local um ponto turístico de vivência. Com a praia, as pessoas também terão o uso do lago, democratizando ainda mais o local”, assegurou o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas.

Tratamento do esgoto

A implantação de redes de esgoto em toda a cidade está sendo realizada desde 2013. Hoje 50% da população é atendida pelo serviço de tratamento de esgoto. O sistema também receberá uma nova estação de tratamento, a ETE Lontra.

“Em função desse trabalho, a qualidade da água do lago hoje é bem melhor. Em 2022, a cidade estará totalmente atendida com esgoto e aí teremos as águas do lago totalmente despoluídas”, garantiu Dimas.

Monitorando a qualidade

O laboratório de análises da qualidade da água do Lago Azul foi aprovado pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Codema) e está em processo de licitação para implantação pela Prefeitura ainda neste semestre. O objetivo é monitorar as águas do lago, de seus afluentes e do local da praia.

“O monitoramento das águas será constante, inclusive online, para manter a qualidade própria para banho”, informou o secretário do Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Júnior Marzola.

O secretário acrescentou ainda que a população também tem um papel importante para a preservação de mais um local público. “Até um papel de balinha que se joga no meio ambiente é prejudicial para a qualidade de nossas águas. Portanto, é importante a consciência ambiental de todos”.

Meio ambiente preservado

“O assoreamento também está sendo combatido nos córregos que desembocam no Lago Azul”, explicou o prefeito Ronaldo Dimas. Ele citou obras de drenagem sendo realizada em diversos córregos da cidade, como o Cará e o Baixa Funda, e ainda que em breve com o Projeto Águas de Araguaína grandes obras de macrodrenagem, desassoreamento e lagoas de detenção garantirão a preservação do meio ambiente na cidade.

“Uma cidade com mais qualidade de vida e sustentável é nosso objetivo com obras que farão a mudança de perspectiva ambiental ao araguainense”, afirmou Dimas. (Thatiane Cunha/Fotos: Marcos Filho Sandes)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.