O Corpo de Bombeiros do Tocantins por meio de Nota, informou nesta quarta-feira, 16, ao webjornal Folha do Bico, que vai instaurar procedimento para apurar as acusações da ex-capitã, Pollyana Manzi Fagundes, de 38 anos, que denunciou a existência de prática de assédio sexual e moral na cúpula da instituição.

Assista denúncia da ex-capitã

Com a palavra do Corpo de Bombeiros:

Sobre o episódio levantado por meio de um vídeo gravado por uma  ex-capitã do Corpo de Bombeiros de que teria sofrido assédio na Corporação, o Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins informa que vai abrir um procedimento interno para apurar a denúncia. Vale destacar ainda que em nenhum momento em que esteve na corporação, a ex-capitã formalizou ou apresentou provas que possam legitimar tais casos, e que nenhuma denúncia formal foi feita à época na Corregedoria da corporação ou em Órgãos de Controle Externo.
Ante isso, o Corpo de Bombeiros, em respeito à história de honra da Corporação, também em respeito à população tocantinenses e acima de tudo às mulheres vai apurar os fatos na busca pela verdade e pela justiça.
Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins
- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.