Os corpos dos dois prestadores de serviço da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) que foram executados no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, foram enterrados nesta quarta-feira (16). As cerimônias aconteceram em São Luís e no município de Cachoeira Grande, localizado a 98 km de São Luís.

João Victor Melo, de 26 anos, foi sepultado em um cemitério da Vila Maranhão, localizado na zona rural da capital. Centenas de pessoas acompanharam o velório da vítima, que foi marcado por muita emoção e um grande buzinaço durante o cortejo até o cemitério. Familiares, vizinhos e amigos da vítima protestavam pela solução do caso.

Francivaldo Carvalho da Silva de 27 anos, que também foi executado, foi velado e enterrado no município de Cachoeira Grande, localizado a 98 km de São Luís.

De acordo com a polícia, as vítimas teriam ido ao local para fazer a interrupção de energia elétrica em uma das residências do bairro, quando foram surpreendidos por disparos. Até o momento, ninguém foi preso.

Por meio de nota, a Polícia Civil, as investigações para elucidar o crime estão sendo realizadas na Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP). Testemunhas já estão prestando depoimento e detalhes do caso não serão divulgados para não atrapalhar o inquérito.

Também por meio de nota, a Cemar e o Consórcio Norte, empresa prestadora de serviços, informaram que acompanharão os trabalhos de investigação pelas autoridades policiais que deverão identificar as causas que levaram ao homicídio. As empresas lamentaram o ocorrido e se solidarizaram com os familiares.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.