Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018 e querem cursar sua graduação na Universidade Federal do Tocantins (UFT) devem ficar atentos. A Pró-reitoria de Graduação divulgou o edital que torna pública a abertura do Processo Seletivo de Ingresso em Cursos de Graduação Presenciais da UFT por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

No Bico do Papagaio a UFT conta com câmpus de Tocantinópolis e oferece 60 vagas via SISU, distribuidas em três cursos.

Para o restante do estado são 882 vagas distribuídas pelos câmpus de Araguaína, Arraias, Porto Nacional, Miracema, Tocantinópolis, Gurupi e Palmas – para ingresso no 1º semestre do ano letivo de 2019.

Os estudantes interessados em concorrer às vagas disponibilizadas pela UFT devem ficar atentos às informações disponibilizadas no Termo de Adesão dessa instituição ao Sisu. Os candidatos devem se inscrever no período de 22 a 25 de janeiro, pelo site www.sisu.mec.gov.br, seguindo as orientações dispostas no edital de abertura. Abaixo você confere o cronograma com algumas datas importantes do processo de seleção.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou mudanças para o Sisu 2019 (http://sisu.mec.gov.br/). Em 2018, o candidato a uma vaga no ensino superior poderia escolher duas opções de curso e desistir da segunda opção para ficar na lista de espera da primeira. A regra mudou. Agora, será apenas uma chamada regular e o estudante selecionado em uma das opções de curso desta chamada não poderá participar da lista de espera. Se ele não for selecionado, poderá ficar na lista de espera de apenas uma das suas opções de curso.

De acordo com o MEC, a mudança possibilita “maior liberdade de escolha para os estudantes não selecionados na chamada regular dos processos seletivos do Sisu”. A mudança permitirá ainda, diminuir o tempo de convocação das listas de espera, permitindo que os estudantes aprovados consigam se matricular antes do período letivo, ajudando a diminuir a quantidade de vagas ociosas.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.