A Polícia Militar (PM) esteve na manha desta sexta-feira, 15, na escola municipal Gabriel Alves Pereira, em Augustinópolis, realizando mais uma edição do Projeto “Cidadão do Futuro: Resgatando o Civismo”, pertencente ao 9º Batalhão de Polícia Militar (9º BPM).

O evento aconteceu no pátio da escola e contou com a presença de 110 alunos da 1ª fase do Ensino Fundamental, além de professores, coordenadores pedagógicos, funcionários e o gestor escolar.

O comandante da 2ª Companhia (Cia) do 9º Batalhão, capitão Rondinele Martins Feitoza, foi o responsável pela condução da solenidade. O oficial esteve acompanhado de policiais militares lotados da sede da Companhia e Destacamentos da área da 2ª Cia.

Durante a cerimônia foi feito o hasteamento das bandeiras e cântico do Hino Nacional. A continência aos símbolos nacionais (Bandeiras do Brasil, Tocantins e do Município), foi feita ao uso de espada por parte dos oficiais presentes no evento.

Ao fazer uso das palavras, capitão Rondinele destacou a importância de resgatar os valores cívicos, nas escolas. “O projeto Cidadão do Futuro trabalha em parceria com os gestores das escolas, aproximando a Polícia Militar da comunidade escolar, sendo uma vertente da polícia de proximidade, a Polícia Comunitária”, disse ele.

De acordo com o capitão Rondinele, ao longo do ano de 2019, escolas estaduais, municipais e particulares das cidades do Bico do Papagaio, receberão os militares para a continuidade do projeto alusivo ao civismo.

O projeto Cidadão do Futuro, Resgatando o Civismo é projeto social da Polícia Militar, que vem sendo realizado na gestão do comandante do 9º BPM, major Wesley Dias Costa em parceria com as escolas. O projeto teve início dia 31 de março de 2015 e já beneficiou quase 8 mil alunos em toda a região. (Ascom 9 BPM)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.