Após o prefeito Júlio oliveira (PRB), se negar a receber intimação para apresentar defesa perante a Comissão Processante (CP) da Câmara Municipal de Augustinópolis, que apura a participação do gestor no esquema desmontado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público (MP), que aponta pagamento de propina, por parte da Prefeitura Municipal a 10 dos 11 vereadores do município, o prefeito foi intimado via Diário Oficial do Estado (DOE).

Por meio do DOE nº 5.296, de sexta-feira, 8, em Edital de Citação, o presidente da CP, vereador Daniel Walison (PSL), notificou Júlio Oliveira, que passa a ter 10 dias para apresente defesa prévia, arrolar testemunhas ou apresentar documentos que possam subsidiar sua defesa nos autos do processo.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.