Após pressão popular e insuficiência de recursos, o presidente da Câmara Municipal de Augustinópolis, vereador Cícero Moutinho (PR), resolveu por ato administrativo, suspender o pagamento de salário, aos 10 vereadores afastados por corrupção: Toinho (PTB), Antônio Barbosa (SD), Neguin da Civil (MDB), Ozeas (PR), Nildo Lopes (PSDB), Vaguin do Hospital (MDB), Marcos da Igreja (PRB), Ângela da Rapadura (PSDB), Antônio Queiroz (PPS) e Luizinha (PP).

A medida foi tomada após consulta junto a Justiça, que se manifestou dizendo que se trata de ato administrativo, portanto de ação própria da Casa de Leis.

O salário bruto de um vereador em Augustinópolis é de R$ 4.649,55. Neste mês de janeiro as despesas com salários dos afastados foi de mais de R$ 46 mil.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.