O deputado federal Tiago Dimas participou, nesta terça-feira, 26 de fevereiro, de reunião da bancada tocantinense com o diretor da Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), Airton Pereira. O encontrou foi realizado no gabinete da senadora Kátia Abreu (PDT), em Brasília. Além dela e de Tiago Dimas, participaram o senador Eduardo Gomes (MDB), e os deputados Carlos Gaguim (DEM), Osires Damaso (PSC) e Célio Moura (PT).

Na pauta, a inconformidade total com os preços dos voos que com destino e partida de Palmas, além da escassez de opções para o Tocantins. “Um dos principais problemas apontados pelas empresas era a alta carga tributária. O ICMS do querosene já foi reduzido lá no Estado”, ressaltou Tiago Dimas, ao destacar que mesmo antes da diminuição, a alíquota era menor que vários outros locais que têm passagens bem mais baratas.

Cidades com portes semelhantes e até menores que Palmas, como Cuiabá, Marabá (PA), Imperatriz (MA), possuem passagens mais baratas que as de Palmas a Brasília/Brasília a Palmas (ou outro locais), voo que atualmente só é feito direto pela Gol.

Os parlamentares presentes no encontro acertaram a realização de uma nova audiência com representantes das empresas aéreas, que ficaram de responder os questionamentos sobre as demandas apresentadas. Essa reunião deve ocorrer depois do carnaval.

Todos os congressistas do Estado foram unanimes a relatar a cobrança dos tocantinenses por preços melhores e mais voos. Depende do dia da compra, uma passagem de Palmas a Brasília (apenas o trecho de ida, de menos de uma hora de voo) pode custar mais de R$ 1,7 mil, valor que chega a ser de três a quatro vezes maior que Cuiabá a Brasília, que tem 1h40min de duração.

Araguaína

Paralelo a esse trabalho, o deputado Tiago Dimas terá, nos próximos dias, reunião com a Azul Linhas Aéreas, que já sinalizou a implantação de um voo em Araguaína. Na semana passada, inclusive, Tiago Dimas acompanhou o prefeito da cidade, Ronaldo Dimas, em reunião na SAC (Secretaria de Aviação Civil), aonde projeto de modernização do aeroporto de Araguaína passa pelos últimos ajustes técnicos. O projeto, que vai dar mais condições para ao aumento do número de voos no município, está orçado em cerca de R$ 40 milhões de recursos federais. (Daniel Machado)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.